Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge: análise por Januncio Neto

Januncio Neto

Januncio Neto

A esperança esta perdida! A fé esta quebrada! Um fogo se levantará! A épica conclusão do Cavaleiro das Trevas!

Foi com estas frases que Chris Nolan (Batman: Begins, Batman: The Dark Knight) preparou o mundo para o retorno de Batman o vigilante recluso que precisa voltar para defender Gothan mais uma vez, em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (Batman: The Dark Knight Rises).

E o mundo aguardou ansiosamente para ver o último capítulo da trilogia iniciada em 2005 e Nolan não decepcionou e fez a frase Em Nolan nós confiamos!” (“In Nolan we trust!”) ganhar ainda mais relevância.

Muitos incrédulos se indagavam se ele poderia superar o sucesso de Batman: O Cavaleiro das Trevas, principalmente após a morte de Heath Ledger, porém boa parte do público manteve sua fé no diretor e desta forma todos que acreditaram serão recompensados quando os créditos finais começarem a subir.

Batman e Bane na batalha decisiva pelo destino de Gothan

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge é definitivamente uma das melhores adaptações das HQs para o cinema já produzidas, na verdade toda trilogia deu ao gênero um novo rumo.

Se você é fã das HQs ou conheceu o personagem através dos filmes, vai perceber inúmeras referências e se tiver a oportunidade reveja os filmes anteriores antes de ver o terceiro, vai ajuda-lo a lembrar de muitos pontos importantes e curiosos que aparecerão no filme.

Os três filmes se completam de forma lógica, cada filme individualmente tem uma visão bem particular do diretor quanto a Bruce Wayne e sua relação com o seu alter ego, criando uma historia que mostra a evolução de um jovem órfão até se tornar uma lendária personificação da justiça e seu legado para o povo da cidade que jurou proteger.

Bane o agente do Caos que tem como objetivo a destruição de Gothan e seu protetor

Para os fãs de longa data o filme vai fazer muita gente lembrar-se de Batman: O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller e as sagas Batman: Terra de Ninguém e claro Batman: A Queda do Morcego, série onde o vilão Bane apareceu pela primeira vez.

O elenco extremamente competente selecionado por Nolan conduz o filme com interpretações marcantes e todos os personagens tem um espaço muito bem aproveitado no filme, como momentos relevantes mesmo que aparentemente sejam apenas detalhes, o que é mais um motivo para estar realmente disposto a imergir na historia do filme.

Chris Nolan finaliza a jornada do Batman com um filme épico!

Após o primeiro final de semana da estreia do filme muita gente ainda vai ter a chance de conferir ou conferir novamente a “ultima” aventura do Batman.

Portanto junte o seu “rico dinheirinho” e não perca a chance de apreciar um ótimo filme, pois esta é  A épica conclusão do Cavaleiro das Trevas!

Januncio Neto é professor de roteiro para HQs, colecionador e nunca perdeu a fé em Nolan! 

Deshi, Deshi, Basara, Basara, Deshi, Deshi, Basara, Basara!!!!