Joe Kubert: O mundo da adeus ao mestre das HQs

Joe Kubert: um homem que dedicou a vida ao ofício de tralhar com HQs

Hoje faleceu de causa ainda não revelada, aos 86 anos, Joe Kubert  um dos mais celebrados e influentes artistas da industria dos quadrinhos, Kubert nasce na Polônia em 1926, poucos meses após seu nascimento sua família foi para os EUA.

Em Nova York no final da década de 1930, o jovem Joe Kubert já tinha um enorme interesse nas HQs, era a época de Era de Ouro dos quadrinhos e Kubert estava bem no meio dela. Ele meso comentava que chegou a fazer estágios em alguns estúdios aos 10 anos. No início da década de 40, já trabalhava para a DC Comics,aos 19 anos produziu sua primeira HQ com o Gavião Negro (Hawkman), Kubert conseguiu se destacar no título e se firmou no mercado, também participou inclusive da reformulação do personagem, no início da década de 60, até hoje é considerado um dos maiores artistas que já trabalhou com o personagem, ainda trabalhou nos títulos Tarzan, Sgt. Rock, TorSon of Sinbad e Príncipe VikingJunto com o escritor Robin Moore, também produziu a tira de quadrinhos Tales of the Green Beret.

Sargento Rock um dos personagens mais conhecidos na obra de Kubert

Kubert também foi o primeiro norte-americano a desenha uma história de Tex, com a históriaOs Quatro Assassinos, que no Brasil foi publicado pela Mythos Editora em abril de 2002 na revista Tex Gigante #9.

Em 1976, fundou a Joe Kubert School of Cartoon and Graphic Art em Dover, no estado de New Jersey, que foi a primeira escola dos EUA com formação superior específica para o cartunismo, a escola é conhecida pela proposta rigorosa.

Stephen Bissette, Rick Veitch, Karl Kesel, Scott Kolins, Alex Maleev, Tom Raney, Adam Warren, Steve Lieber, Lee Weeks  e o brasileiro Sergio Cariello, que atualmente é um dos professores da escola, são alguns dos artistas formados por Kubert .

A Joe Kubert School of Cartoon and Graphic Art, a primeira escola fundada por Kubert em 1976

Os dois filhos de Joe Kubert, os celebrados Andy e Adam Kubert também seguiram o caminho do pai e se tornaram grandes desenhistas no mercado e sempre presentes em grandes títulos da Marvel e DC Comics.

Joe Kubert se tornou ao longo da carreira um artista respeitado e admirado por todos e que conseguiu ir além do seu trabalho, criando uma escola que se tornou referência em todo mundo. Kubert  deixa mais que uma obra riquíssima e uma carreira brilhante, mas um legado de ética e profissionalismo que será referência por muitos anos.

Joe Kubert se tornou ao longo dos anos um artista respeitado e admirado por todos

Numa época aonde a memória das pessoas é tão curta, a ausência de artistas como Joe Kubert mais que a perda de um grande artista se sentirá a falta do homem que deu tanto de si ao universo das HQs.

 

Agradecimentos a Érico Assis pelas informações sobre a vida e obra de Joe Kubert.