Studio Made in PB Tutoriais: Aquarela

Aquarela Teaser 2

 

Estamos de volta pessoal com mais um tutorial produzido pela professora Paloma Diniz. Recentemente Paloma ministrou uma oficina de 5 sobre aquarela, aonde foram mostradas alguns materiais e técnicas usadas no uso da aquarela.

Neste tutorial trazemos uma síntese o assunto abordado na oficina, vocês verão uma rápida introdução aos conceitos, técnicas e manuseio do material. Esperamos que todos possam aproveitar as dicas e orientações!😉

 

 

Materiais de Desenho: Aquarela

 

Muitos afirmam que aquarela é pintura e não desenho. Aquarela é um material especial por ser uma dos materiais para desenho “anfíbio”, coexistindo de maneira hibrida entre desenho e pintura.

 A beleza das artes visuais, em particular desenho, é que a prática é seu princípio teórico. Aquele ditado: na teoria é uma coisa e na prática é outra, não existe no desenho. Teoria é prática!

 A diferença entre desenho e pintura parte do princípio de que no desenho trabalhamos o elemento visual linha, com materiais secos e aguados traçamos linhas e destas criamos figuras; na pintura trabalhamos o elemento visual forma, com materiais aguados criamos manchas de cor e modelando-as criamos figuras. No desenho há uma sobreposição de materiais criando camadas e gradações tonais para caracterizar volume nas figuras. Na pintura a aplicação de camadas anula determinadas partes; a variação de tons de tintas é que dão o volume as figuras.

Outra característica é o suporte: desenho é geralmente feito sobre papel e pintura geralmente feito em tela (lonita estirada sobre chassi de madeira).

São resumidamente três itens classificatórios: elemento visual predominante (linha ou forma), uso técnico deste material (traço ou mancha, sobrepondo ou anulando)e superfície do fazer artístico (papel ou tela). Se dois tipos predominam sobre um, assim classificamos. Por exemplo: se eu usar tintas numa tela e componho com linhas, é pintura. Se eu uso manchas, sobrepondo camadas num papel é desenho.

Então, aquarela é desenho porque seu princípio técnico apesar de ser manchas, estas seguem o processo de desenhos coloridos (sobreposição de camadas) no suporte visual papel.

Explicadas questões classificatórias, vamos a aplicação do material aquarela:

Organize seu material para aquarelar a figura. Eu usei no exemplo a seguir aquarelas da marca Pentel e pincéis da Tigre da Linha Pictore pelo de orelha de boi, referência 182.

ATENÇÂO: Pincéis tem no seu corpo duas numerações. 1ª é o tamanho do pincel que cresce em escala de 000 ou 0 à 24. 2ª é a referência do pincel que é o corte de cabelo dos pelos. O pincel que cito acima possui forma cilíndrica de ponta cônica, que é excelente para variação de traços e manchas em geral (com exceção para formas quadradas). Por ser pincel de pelo, é macio de durável quando bem lavado e conservado.

 

Tutorial Aquarela 01

Tipos de cortes de cabelos de pincéis.

Tutorial Aquarela 02

Pincéis com mesma referência em diversos tamanhos

 

É aconselhado fazer pelo menos três desenhos com aquarela para que a espera não seja tediosa e pouco produtiva.

Em seguida, uma aquarela que fiz recentemente uma aquarela para campanha de divulgação de um workshop de aquarela. A maneira como eu desenvolvo desenhos para aquarelar é a seguinte:

1º Eu desenho as formas gerais sem sombrear e com relativa força num papel que suporte o material. Aquarela tem por base água; faz-se necessário um papel no mínimo 200 g/m². Aconselho o tipo canson, bristol, mi teintis e outros que tenham fibra de algodão na composição. Geralmente, os blocos de papel indicam qual o melhor uso do seu papel. Leia antes de comprar esta informações! 

Tutorial Aquarela 03

 

2º Após esta etapa, apaga-se quase que totalmente o desenho deixando visível suaves marcas de grafite; assim ao começar a aquarelar, quaisquer resquícios de grafite irá desaparecer nas etapas finais da pintura.

Tutorial Aquarela 04

 

3º Com um pincel macio, com tamanho e corte mais adequado ao desenho, e com bastante água dilua o tom de tinta escolhido para composição. Neste caso, dilui um tom de pele claro com pincel nº 24 e referência 182.

Tutorial Aquarela 05

 

4º Com o pincel embebido em tinta, aplique sobre o papel com pinceladas suave… 

Tutorial Aquarela 06

 

5º … preenchendo toda a forma da figura com uma camada uniforme. Deixe secar completamente! Assim evitará rasuras e a “forma clara, transparente e de borda escura” característica da aquarela, será mais evidente. 

Tutorial Aquarela 07

 

6º Enquanto as outras partes secam, você pode começar a aquarelar outras partes do mesmo desenho e/ou começar a aquarelar outra imagem. 

Tutorial Aquarela 08

Observe abaixo a aquarela úmida e a aquarela seca para perceber bem essas nuances de tons e texturas:

Tutorial Aquarela 09

 

7º A cada camada aplicada, os tons tornar-se-ão mais escuros. Portanto, para criar o efeito de luz e sombra e volume nas figuras, nas partes claras aplique menos camadas e nas partes mais escuras aplique mais camadas.

Tutorial Aquarela 10

 

O processo de pintura é diferente do processo de desenho: você trabalhará o preenchimento primeiro e o contorno por último. Isto é o básico. No mais, a experiência, dar-te-á maior saber sobre a aquarela.

Tutorial Aquarela 11

 

Esperamos que todos vocês possam ter aproveitado as dicas e contamos com a participação de vocês para que possamos sempre fazer o melhor trabalho possível para vocês!

 

Artigo publicado originalmente no blog da professora Paloma Diniz.