Studio Made in PB Entrevista: Helder Moreira. Um dos mais talentosos escultores da atualidade!

Januncio Neto

Januncio Neto

Helder Moreira é um daqueles desbravadores que batalham incansavelmente por seus objetivos, provavelmente a maioria de vocês nunca ouviu o nome dele, a menos que você seja um colecionador ou aficionado por esculturas dos personagens da Marvel.

Durante o FIQ 2013, Helder foi um dos convidados e foi neste evento que Isabela Farias e Joffison Magalhães o conheceram. Um bate papo muito legal foi gravado para o blog do Studio Made in PB e foi essa descontraída conversa que serviu de base para esta entrevista. Nela vocês irão conhecer um artista apaixonado pelo que faz e uma pessoa inspiradora.

 

 

TEASER - Helder Moreira

 

 Januncio Neto – Quando você descobriu/percebeu que tinha habilidade para escultura? Você em seguida procurou algum curso ou escolar?

Helder Moreira – Meu interesse pela escultura começou no final dos anos 90 quando, em uma de minhas idas a São Paulo, vi algumas esculturas de personagens em quadrinhos, fiquei bastante empolgado em saber que existia aquele mercado, mas também ao mesmo tempo desafiador, pois descobri que este mercado só existe profissionalmente lá nos EUA. Eu nunca passei por algum curso, ate por que nunca existiu este tipo de curso no Brasil direcionado para este mercado. 

 

JN – Você lembra quando e por quanto você vendeu sua primeira escultura e qual era o personagem?

HM – Foi por volta do ano de 2001 , quando tive a oportunidade de ter um trabalho encomendado por um dos maiores produtores de kits dos EUA,  John Diaz, que veio a se tornar um grande amigo também. Na época, eu fiz o personagem Bullseye (Mercenário), um dos clássicos inimigos do Demolidor. Geralmente não costumo citar valores de negociações com meus clientes, por questões de privacidade e de contratos.

 

JN – Como foi o processo para se profissionalização? O que você recomenda para jovens escultores em relação ao mercado de trabalho, como conseguir se profissionalizar?

HM – Eu tive que ir pros EUA no ano de 2000, pois como mencionei no inicio o mercado esta praticamente todo lá fora, onde estão as principais empresas. Comecei mostrando meus trabalhos nos forums, onde dois deles estavam os principais produtores e empresas, como a Bowen Designs, Sideshow , entre outras … O próprio Randy Bowen viu um dos meus trabalhos em um destes fóruns. Ele já tinha visto meus trabalhos anteriormente, quando enviei uma copia de um Nightcrawler (Noturno) dos X-MEN junto com portfólio com fotos de outros trabalhos feitos na mesma época também. Na época ele gostou e ate chegou a produzir uma versão do meu Nightcrawler baseada no meu original design. Fui pra Sandiego Comic Con em 2004. Fiquei sabendo que ele estaria lá e fui pra la . Agente conversou e eu mostrei meus trabalhos a ele, incluindo um Archangel (Arcanjo) que ele tinha tentado comprar no site Americano de leilão o EBAY. Ele gostou do meu trabalho e me deu o cartão dele, que alias guardo com muito orgulho ate hoje! Dai por diante, foi ainda mais algum tempo ate ele gostar do design que mandei pra ele do personagem Machine Man, criado pelo legendário Jack Kirby. Ele mandou o design que fiz para o pessoal da Marvel e ele s gostaram e aprovaram para que eu esculpisse o personagem.

    O que recomendo pra quem esta realmente procurando entrar neste mercado, são coisas razoavelmente simples, como: Dedique- se e estude bastante anatomia humana . Se você for ter aula com alguém, procure saber sobre esta pessoa. Se ela e’ um profissional da área, ele TEM que ter um portfólio de esculturas pra mostrar da(s) empresa(s) que ele trabalha ou já trabalhou. E se esta pessoa, não ministrar suas aulas com materiais profissionais, como Chavant ou Super Sculpey, meu conselho como profissional, CORRA !!!! Do contrario, você estará entrando numa fria, pois o mínimo que um profissional de verdade, tem que fazer, e’ dar as mesmas condições para seu aluno entrar no mercado, e lá fora os principais materiais que eles usam são estas duas mídias , além é claro , de poder ter conteúdo para passar para seu aluno , como funciona o mercado lá fora e isto ele saberá te passar se ele realmente trabalha no mercado lá fora. O mercado e’ muito competitivo, mas nada impossível de se chegar lá, eu mesmo sou uma prova disto. Não sou melhor do que miguem! O mercado lá fora hoje em dia e as principais empresas do mundo trabalham com o que se chama de: Gestão de resultados. Ou seja, se você entrega para o mercado o que eles querem e com a qualidade que ele s querem, você esta dentro.

 

FIQ 2013 - Helder Moreira 06

 

JN – Você já trabalhou para a BOWEN, quais seus principais trabalhos para a empresa? Você trabalha atualmente como Freelancer ou tem contrato com algum outro fabricante?

 HM – Eu ainda sigo trabalhando pra Bowen Designs. Recentemente saiu mais um de meus trabalhos. Um dos inimigos do Iron Man, chamado Crimson Dynamo (Desculpa, não sei a tradução em Português). Já fiz vários trabalhos para a Bowen Designs, entre eles, Mangog, Titanium Man, Omega Red, The Destroyer e por ai vai… Trabalho como free lancer para algumas empresas, incluindo a Bowen Designs. Gosto de trabalhar como free lancer , me sinto mais livre , me desenvolvo mais assim.

 

JN – O mercado de itens colecionáveis como esculturas e Action Figures como as produzidas pela Hot Toys vem crescendo no Brasil apesar dos altos preços. Você acredita que no futuro é possível haver uma produção nacional para atender esse publico consumidor?

HM – O mercado de consumo esta crescendo a cada ano, mas estamos muito distante de algum dia termos preços justos por aqui, devido a altíssima carga tributaria que temos em nosso pais e que infelizmente não ira mudar tão cedo. Enquanto isto, o único jeito mesmo e’ o colecionador continuar amargando estes preços, para ter seus personagens preferidos em suas coleções. Quanto ao mercado interno, a Iron Studios esta lançando uma boa alternativa para o publico Brasileiro, com produtos muito bons. Será apenas uma questão de tempo ate serem atingidos os mesmos padrões das peças produzidas lá fora. Acho isto muito legal, uma empresa 100% Brasileira iniciando neste mercado por aqui. Vida longa pra Iron Studios e que apareçam mais empresas no futuro no mercado Brasileiro.

 

JN – Quais na sua opinião são os escultores mais relevantes no atual mercado de esculturas?

HM – Bom vou falar, da minha área e do mercado lá de fora que eu atuo . São tantos escultores talentosos que temos lá fora, mas vou citar alguns que ao meu ver , sao referencias e influenciam a muitos ! O próprio Randy Bowen , Mark Newman, Tony Cipriano, Martin Canale, Andy Bergholtz, Adam Beane, Alterton, Tim Bruckner, e por ai vai…

 

FIQ 2013 - Helder Moreira 11

 

JN – Mike Deodato Jr comentou uma vez que vocês tinham um projeto para futuras esculturas. Esse projeto ainda esta em desenvolvimento e qual seria o personagem a ser produzido?

 HM – Sim. Eu e o Deodato conversamos alguns anos atrás, sobre o assunto. Eu perguntei a ele, o que ele achava da ideia de fazermos um personagem que ele havia criado e ele gostou muito da ideia. Ele me apresentou um personagem que o Pai dele havia criado e que ele havia desenhado, o Flama. O projeto inicial é’ fazer o Flama em seu uniforme clássico e posteriormente uma versão mais moderna do uniforme. O design que fiz da peça, já foi aprovado pelo Deodato, o que realmente esta faltando agora pra eu já iniciar os trabalhos e’ eu terminar alguns projetos que estão em andamento e por a mão na massa, trazendo o Flama a vida em 3D . Estou bastante empolgado, principalmente por ser um personagem 100% Brasileiro e criado pelo Pai do Deodato, ambos uma das maiores lendas e referencias que temos dos quadrinhos Brasileiro e mundial, uma grande honra pra mim!!! Espero poder também botar a mão na massa em outros personagens de artistas Brasileiros também, inclusive um outro projeto de outro grande artista, o Mozart Couto

 

JN – Pra terminar! Quando criança qual era ser boneco preferido?

HM – O Falcon !!! Putz cara, eu adorava aquele boneco, mas infelizmente eu nunca tive um! Meus pais sempre foram pessoas muito simples de família humilde e nao tinham condições de me darem um, mas me deram as coisas mais importantes da minha vida, o amor o carinho, o caráter, a humildade, honestidade e por ai vai… E é ao meu pai, que faleceu no ano passado, que gostaria de dedicar esta entrevista!!  Pai você não pôde me dar o Falcon, mas me deu tudo que eu precisava, pra ser o Homen que sou hoje, muito obrigado e agente vai se encontrar algum dia ainda, seja onde for!!! Gostaria de agradecer a você Januncio, pela oportunidade desta entrevista, obrigado!!!

 

JN – Todos nós que agradecemos por esta oportunidade e ficamos todos muito felizes de poder trazer essa entrevista ao publico do blog. Muito obrigado!

 

 

Helder Moreira Image Gallery

 

*Agradecimentos especiais a Isabela e Joffison por terem tornado essa entrevista possível.

**Se você é escultor iniciante ou profissional e ficou curioso sobre o material que o Helder Moreira utilizou para produção do mini busto do Wolverine mostrado na entrevista, basta acessar o site da Moldeflex.