Battle Chasers: Joe Madureira anuncia o retorno da série e a produção de um game

Blog Teaser - Battle Chasers

 

Quatorze anos depois de colocar a série Battle Chasers em “Stand By” após nove edições, Joe Madureira está tirando seus personagens da aposentadoria. Além do retorno da série nos quadrinhos, Battle Chasers também vai ganhar um game.

No final dos anos 90, Madureira criou a série que rapidamente se tornou um sucesso, conhecida pela sua arte distinta e cronograma inconsistente a série foi interrompida sem uma conclusão adequada, o que deixou uma legião de fãs aguardando seu retorno por anos. Enquanto isso Madureira iniciou uma carreira na industria de video games como co-fundador e desenvolvedor  da Vigil, onde participou da produção da série Darksiders.

 

Agora Madureira e o co-fundador da Vigil, Ryan Stefanelli estão juntos em sua nova empresa, a Airship Syndicate.

Em declarações ao site Polygon, Madureira e Stefanelli dizem não estar prontos para descrever detalhes do jogo de Battle Chasers, mas que vai ser um RPG onde os jogadores terão de controlar personagens clássicos da série incluindo Garrison, Gully e Calibretto, o jogo contará com um senso de aventura semelhante aos jogos da série Darksiders. A Airship Syndicate anunciou que seu objetivo é disponibilizar o game para PC e consoles, e estão“considerando” também uma possível versão para tablets.

 

“Mesmo o jogo sendo mecanicamente muito diferente de Darksiders, eu acho que nós ainda estamos realmente fazendo tudo o que podemos para certificar que a exploração de dungeons no game proporcione muita diversão trazendo novos elementos à aventura,” diz Stefanelli.

 

Ele ainda acrescenta que ele espera manter a equipe de desenvolvimento pequena, entre 10 e 15 pessoas, para fazer do game”uma espécie de clássico old-school, mas apresentando  alguns toques modernos e inovadores.”

 

Battle Chasers Promo 01

 

Para os quadrinhos, Madureira ainda não tem uma editora ou data de lançamento para anunciar e diz que parte do appeal para ele neste momento é ver a franquia evoluir do mesmo modo que seus gostos evoluíram. “Eu parcialmente só quero atualizá-lo”, diz ele. “Eu acho que ela vai ter uma reformulação visual também. O meu estilo de arte e estilo de contar histórias meio que mudou e evoluiu com o passar dos anos.”

 Madureira diz que ele está pensando em desenvolver três arcos temáticos. O primeiro desses vai encerrar a história que ele deixou pendurada em 2001 – “para que as pessoas possam finalmente parar de perguntar!”, ele brinca – e abrir a brecha para o jogo. Depois disso, ele diz que gostaria de fazer mais três arcos, mas ele está esperando para ver como tudo desenrola antes de continuar.

No momento, a Airship Syndicate  está à procura de financiamento para o jogo e ainda não decidiu se que será a partir de um investidor, uma editora ou Kickstarter. “Nós vamos deixar o destino decidir por nós exatamente qual a melhor forma de financiar o jogo”, diz Stefanelli.

 

Battle Chasers Promo 02

 

E enquanto Madureira e Stefanelli dizem esperar que o jogo ocupe a maior parte do seu tempo eles também estão interessados em fazer Battle Chasers virar uma franquia com outros ramos, se surgirem as oportunidades.

 

“Eu sempre quis fazer uma série animada, por isso há algumas opções diferentes que estamos checando para trazer a franquia de volta e de maneira grandiosa”, diz Madureira.

 

Airship Syndicate não anunciou um calendário de lançamento ainda para os quadrinhos ou o jogo, uma vez que ambos ainda estão em estágios iniciais.

Battle Chasers foi publicada no Brasil pela Mythos Editora em 2004, uma curiosidade a respeito da ultima edição publicada no Brasil, houve uma “modificação” em alguns quadros da página final, alterando término da série em relação a versão original norte americana.

 

 

*Agradecimentos a Jonathas Pessoa pelo trabalho de tradução.

FONTE:  Polygon