Star Wars Rebels: Retorno de Ahsoka Tano marca o final da primeira temporada

NEO Blog Teasers - Star Wars Rebels 19

 

Ahsoka Tano, aprendiz de Anakin Skywalker antes de sua transformação em Darth Vader, foi revelada como o informante encapuzado misterioso Fulcrum na season-finale da primeira temporada série animada do DisneyXD, Star Wars Rebels.

A personagem feminina favorita dos fãs dublada por Ashley Eckstein foi destaque em cinco temporadas de Star Wars: The Clone Wars. Mas o final da série terminou em um cliffhanger com a adolescente Ahsoka deixando o Templo Jedi e seguindo o seu próprio caminho.

O produtor executivo de Rebels Dave Filoni queria mostrar os personagens principais do novo show – a tripulação da Ghost, incluindo o guerreiro Jedi Kanan (Freddie Prinze Jr.) e o jovem Ezra Bridger – antes de trazer personagens do passado de Clone Wars, como Ahsoka.

 

 “Nossos heróis precisam de ajuda e ela era definitivamente alguém que pensávamos que poderíamos chamar”, diz Filoni.

 

 Ahsoka passou de uma impertinente jovem Jedi odiada pelos fãs no filme animado de 2008 Clone Wars a uma parte amada do cânone de Star Wars, acrescenta Eckstein. “É uma honra que eu não vou deixar de aproveitar. Estou muito honrado de fazer parte desse personagem fantástico.”

Quando Clone Wars terminou no ano passado, Filoni ainda tinha 12 episódios de histórias que exploraram a história de Ahsoka e o que aconteceu com ela depois de deixar a ordem Jedi quando ela tinha cerca de 16 anos – muitos deles foram trabalhados com George Lucas, enquanto ele ainda estava fortemente envolvido no universo de Star Wars.

 

 

Houve um cronograma definido para todo o caminho dela até a “Ordem 66,” o comando do Imperador para acabar com todos os Jedi em Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith, de 2005. Na elaboração de sua apresentação em Rebels, que acontece 14 anos após o último filme prequel e cinco anos antes do Star Wars original de 1977, o produtor executivo Greg Weisman teve uma ideia para tê-la como um intermediário nos primeiros anos da Aliança Rebelde em missões para atacar o Império.

 “Ela é uma pessoa que tem um monte de seus próprios desafios que ainda precisa superar”, diz Filoni, que vê Ahsoka em Rebels da mesma forma que viu o Obi-Wan Kenobi de Alec Guinness quando ele ainda era uma criança assistindo Star Wars.

 

“Obi-Wan falou sobre estes Guerras Clônicas e estas coisas que se passaram, e ela pode ser isso de uma forma ativa para Ezra e Kanan.”

 

A última vez que os fãs viram Ahsoka, ela tinha 16, 17 anos e agora ela está com 30 e poucos, com diferentes marcas faciais devido à sua idade e uma mudança na armadura e vestimenta de guerreiro Jedi. E uma vez que Ahsoka devolveu suas armas ao Conselho Jedi, ela brande um par de novos sabres de luz semelhantes aos anteriores, contudo um com uma lâmina longa e outra que é mais curto.

Eckstein, 33, tem mais ou menos a mesma idade de sua personagem. Ela diz “e eu me sinto como se fosse uma pessoa completamente diferente agora do que eu era quando Guerras Clônicas começou. Por incrível que pareça, apesar de as histórias acontecem em uma galáxia muito, longe, muitas das mesmas lições de vida e histórias que aconteceram com Ahsoka têm acontecido comigo pessoalmente”.

 Ahsoka vai certamente desempenhar um papel significativo na próxima temporada (a série deverá retornar mais tarde ainda este ano) de Rebels e daqui para frente. “Mas não é como se ela fosse ter um beliche na Ghost tão cedo”, diz Filoni. “Ela precisa se manter como uma espécie de figura misteriosa que é fica entrando e saindo da história.”

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Além de dublar o personagem, Eckstein não pode esperar para descobrir onde ela está indo e onde ela esteve.

 “Eu olho para Ahsoka”, diz a atriz, que também dirige Her Universe, uma grife de moda para mulheres fãs de ficção científica e fantasia. “Ela tem uma grande bússola moral tal e estou ansiosa para ver onde a vida leva-la, porque duvido muito que possa ser alguma historia chata”.

 

*Agradecimentos a Jonathas Pessoa pelo trabalho de tradução.

FONTE: USA Today