Terry Pratchett autor da série Discworld, morre aos 66 anos

NEO Blog Teaser - Terry Pratchett 01

 

Sir Terry Pratchett, autor da série de fantasia cômica Discworld, morreu aos 66 anos.

Sua editora, a Transworld, anunciou a notícia “com tristeza imensurável”. O diretor de gerenciamento Larry Finlay, disse: “O mundo perdeu uma das suas mais brilhantes, mais afiadas mentes”.

O autor de mais de 70 livros morreu em sua casa, “com o seu gato dormindo em sua cama, cercado por sua família”, mais cedo nesta quinta-feira. Pratchett, que era portador da doença de Alzheimer precoce, deixa sua esposa, Lyn e sua filha, Rhianna.

Finlay comentou, “Pratchett enriqueceu o planeta como poucos antes dele”. E acrescentou: “Todos os seus leitores sabem que Discworld era seu veículo para satirizar este mundo. Ele fez isso de forma brilhante, com grande habilidade, enorme humor e invenção constante”.

“Terry enfrentou seu mal de Alzheimer (uma ‘embuggerance’, como ele a chamava), pública e bravamente. Ao longo dos últimos anos, foi a sua escrita que o sustentou. Seu legado irá perdurar por décadas”.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Ele foi diagnosticado com PCA (atrofia cortical posterior), uma doença progressiva, degenerativa que envolve a perda e disfunção das células do cérebro, em 2007. Ele falou abertamente sobre sua condição e fez campanha para a maior consciência, a luta dele “com sua característica determinação e criatividade”, afirmou Finlay.

Ele continuou a escrever e completou o seu último livro, um novo romance Discworld, no verão de 2014, antes de sucumbir aos estágios finais da doença.

Ele foi o autor com as melhores vendas do Reino Unido da década de 1990 e vendeu mais de 85 milhões de livros em todo o mundo.

Ele foi condecorado cavaleiro por serviços à literatura nas honras do ano novo de 2009. Ele recebeu o prêmio World Fantasy pelas realizações em vida em 2010. Em 1996, ele foi o best-seller e mais bem pago autor.

Pratchett fez uma doação pública ao Research Trust (fundo de pesquisa) de Alzheimer e filmou um programa de televisão narrando suas experiências com a doença para a BBC.

Quatro anos atrás, ele participou de um documentário sobre o suicídio em que ele seguia um homem com doença do neurônio motor para a clínica Dignitas, na Suíça. Quando questionado sobre o porquê ele queria fazer o filme, Pratchett disse que estava chocado com o estado da lei.

“O governo aqui sempre virou as costas para ele e eu tinha vergonha do fato do povo britânico ter que arrastar-se para a Suíça, a um custo considerável, a fim de obter os serviços que eles queriam”.

Após o diagnóstico, ele pediu às pessoas para “manterem a alegria”, acrescentando: “Estamos tornando-o bastante filosófico aqui embaixo” e fez a previsão de que teria tempo para “pelo menos mais alguns livros ainda”.

Nascido em Beaconsfield, ele publicou seu primeiro conto com 13 anos, e mais tarde começou a trabalhar como jornalista para o jornal Bucks Free Press. Mais tarde, ele se tornou um assessor de imprensa para o Central Electricity Generation Boardem, em 1983.

Seu primeiro romance, The Carpet People, foi publicado em 1971, e seu primeiro Discworld (The Colour of Magic) foi publicado em 1983.

 

 

 

DISCWORLD

Discworld é um mundo plano repleto de magia e sustentado pelos ombros de quatro elefantes gigantescos (Grande T’phon, Tubul, Berilia e Jerakeen), que, por sua vez, estão sobre o casco de uma enorme tartaruga, a Grande A´Tuin. Esse conceito é inspirado pela crença da Mitologia Hindu, na qual o mundo é apoiado em seres semelhantes, com uma nomenclatura diferente. O próprio Pratchett comenta em A Cor da Magia, algo sobre de onde veio a idéia para criar o Disccworld. Ela estava simplesmente “dando sopa”, em algum lugar e ele havia sido esperto e rápido o suficiente para pega-la.

 

DISCWORLD

 

A série é repleta de personagens marcantes e genuinamente apaixonantes, em A Cor da Magia os principais personagens são Rincewind e DuasFlor, mas eles são apenas dois dentre tantos personagens criados por Pratchett ao longo da série.

Em 2008 o canal Sky1 adaptou para TV os livros A Cor da Magia e A Luz Fantástica (The Colour of Magic e The Light Fantastic) no filme The Colour of Magic, dirigido por Vadim Jean e estrelado por David JasonSean AstinTim Curry, Christopher Lee e Jeremy Irons.

Outros filmes adaptando obras de Terry Pratchett também foram produzidos para TV britânica, Hogfather (2006), The Whole Hog: Making Terry Pratchett’s ‘Hogfather’ (2006)Going Postal (2010). Em 1996 Soul Music foi adaptado em uma animação pela Cosgrove Hall Films para Channel 4, em 1997 Wyrd Sisters também ganhou uma animação de dois episódios.

Terry Pratchett’s Unseen Academicals era mais uma adaptação que estava nos planos do canal SKy1, a série em dois episódios seria produzida pela The Mob e tinha previsão de iniciar suas filmagens em 2011, porém o projeto não foi adiante.

No Brasil a série Discworld foi publicada pelas editoras  Conrad Rocco, em 2014 a editora Bertrand Brasil adquiriu os direitos de publicação da obra e lançou o 13º volume da série intitulado “Pequenos Deuses” (Small Gods publicado originalmente em 1992).

O ultimo livro escrito por Pratchett da série foi The Shepherd’s Crown, seu lançamento esta previsto para Setembro deste ano.

 

 

 

*Agradecimentos a Jonathas Pessoa pelo trabalho de tradução.

FONTE: The Guardian, Wikipedia, IMDB