BADGER: Herói mais insano das HQs retorna em nova série a partir de setembro

 

Blog Image Gallery Teaser - Badger 02

 

O site ICv2 informou que um dos carros-chefe das recentemente unidas editoras Devil’s Due/1 First Comics será o revival de Badger, série independente dos anos 80. Criada pelo roteirista Mike Baron, Badger foi originalmente lançada em 1983 e pertence a Baron e à 1First Comics.. A nova série de Badger será lançada em setembro com Baron, o desenhista Jim Fern e o colorista Paul Mounts. O desenhista, no entanto, será trocado no decorrer das 5 edições da série, com Tony Akins desenhando a #2 e Val Mayerik desenhando o resto.

Badger foi um dos vários quadrinhos independentes notáveis publicados nos anos 80, lançado por Mike Baron após o sucesso de Nexus, de sua autoria e de Steve Rude. Depois de sair da sua editora original, a Capital Comics, Badger foi publicado por outras editoras ao longo dos anos,  1 First ComicsDark Horse, Image Comics e entre os anos de 2007 e 2008, o título foi publicado pela IDW na coleção “IDW Brings Back Badger’”, que lançou quatro volumes contendo as 23 edições originais do personagem.

 

 

Badger: O Texugo

Se você tem menos de 20 anos dificilmente vai saber quem é Badger (a menos que você seja um entusiasta de heróis americanos obscuros dos nos 80 publicados no Brasil), mas se você é fã do Deadpool deveria conhecer o personagem e sem dúvidas, reservar um lugarzinho para ele em seu coração.

Badger foi publicado no Brasil pela primeira vez, pela extinta editora Cedibra em formato americano (17 x 26 cm) e 32 páginas coloridas, foram apenas quatro edições publicadas entre outubro de 1987 e janeiro de 1988. Na mesma época a editora publicou títulos como American Flagg, Sable,Grim Jack e Lobo Solitário.  Em 1991 a Editora Abril lançou a mini-série em quatro partes Badger: Alucinado, no mesmo ano foi republicada em um único volume, a historia revela alguns detalhes da perturbada infância do personagem, enquanto ele tem a chance de acertar as contas com seu padastro e meio-irmão, responsáveis por iniciar a jornada de Norbert Sykes rumo à insanidade.

 

 

 

As Sete Faces de Norbert Sykes

Baron sempre foi um apaixonado por filmes de kung fu, em especial aqueles estrelados pelo lutador-humorista Jackie Chan, e em parte esse foi o espírito que o escritor colocou no personagem. Para aqueles que não estão entendendo, podemos resumir as coisas assim: essa é a história de um super-herói louco!

Tudo começa com Norbert Sykes, um rapaz que durante a infância sofreu vários abusos na mão de seu padrasto Larry, e que durante a Guerra do Vietnã sofreu uns outros tantos nas mãos de guerrilheiros vietcongues. Só que durante as suas “férias” no Vietnã o nosso amigo Norbert aprendeu o Shorin-ryu e dúzias de outras obscuras, esotéricas, arcanas, sem mencionar obtusas artes marciais., quando retorna aos EUA ele teve a brilhante ideia de se tornar um vigilante mascarado, um super-herói!

Obviamente esta ideia lhe rendeu uma passagem sem escalas pata o hospício. Lá, ele conheceu o feiticeiro druida conhecido pelo nome de Ham, e após ambos saírem do sanatório o mago decidiu contratar o nosso herói como capanga, mas nem ele imaginava que a desordem psíquica de Norbert fosse tão grave… Afinal de contas, o rapaz sofria de um distúrbio mental que lhe conferia nada mais nada menos que sete personalidades diferentes:

 

  • Norbert Sykes: A principal personalidade, teoricamente a personalidade dominante.
  • Badger: O Texugo: Um especialista em artes marciais (4º ou 5º dan no karaté de Shorin-Ryu, além de muitas outras artes) vigilante uniformizado aplica a justiça usando os punhos contra aqueles que maltratam os inocentes, mas de acordo com suas próprias percepções distorcidas. Ele sempre defende animais ou causas ambientais.
  • Emily: Uma garotinha de 9 anos de idade, esta personalidade esta relacionada ao abuso infantil que Norbert sofreu nas mãos de seu padrasto.
  • Pierre: Personalidade homicida que fala com um sotaque francês. Apareceu pela primeira vez quando Ham tentou despertar Norbert de sua primeira transformação na personalidade Emily.
  • Leroy: Um cão, Norbert tinha um cachorro chamado Leroy que seu pai “Larry” espancou até a morte.
  • Gastineau Grover Depaul: Um tranquilo afro americano, que não tem conhecimento das outras personalidades.
  • Max Swell: Um arquiteto. Logo no início, Max foi escrito como um moderno epicurista e playboy sofisticado, posteriormente começou a ser retratado como um gay estereotipado, afetado e cheio de trejeitos, não necessariamente homossexual.

 

Norbert também pode falar com os animais, exatamente como o Dr. Doolittle, só que com melhores resultados. Alucinado, Badger aplica seu senso de justiça sanguinária indiscriminadamente contra infratores de trânsito, trombadinhas, adolescentes que escutem música alto, hare-krishnas que vendem incensos… em suma, qualquer individuo que tenho a azar de cruzar o seu caminho.

Outra particularidade é que Norbert passa a chamar todos os seus adversários pelo nome de “Larry”, o que posteriormente se revela uma referência a seu padastro.

 

Infelizmente existem poucas chances do novo título do personagem ser publicado no Brasil, o que resumem as chances da maioria de vocês conhecerem as insanas aventuras de Norbert Skyes, a garimpar os sebos e comic shops que trabalhem com HQs antigas ou encontrar as edições disponibilizadas na internet. Mas Badger sempre terá um lugar no coração daqueles que tiveram a sorte de acompanhar suas aventuras.

 

Badger #1 - 1 First Comics

 

*Agradecimentos à Roberto Gomes, pelo trabalho de tradução.

FONTE: Newsarama, ICv2, Guia dos Quadrinhos, HQM